terça-feira, 31 de dezembro de 2019

Filme: O Mártir da Guerra Justa Católica




Eu mencionei Franz Jagerstatter no meu livro Teoria e Tradição da Guerra Justa (Editora Vide Editorial), e fiz uma breve explicação no rodapé sobre ele. Por isso, fiquei muito feliz em ver a realização de um filme sobre sua vida. O filme se chama A Hidden Life (em Português seria: Uma Vida em Segredo ou Uma Vida Esquecida). Que trailer fantástico, heim?

Aqui vai o que escrevi no rodapé do meu livro:

Rodapé 147 - Quando as tropas alemãs entraram na Áustria em 1938, Jägerstätter foi a única pessoa no seu vilarejo que votou contra o Anschluss (anexação da Áustria pela Alemanha), no plebiscito de 10 de Abril. Ele entrou para a Ordem Terceira de São Francisco em 1940 e trabalhou como sacristão na igreja paroquial local, sendo diferido do serviço militar várias vezes. Em 1940, aos 33 anos, ele foi convocado para o exército alemão e completou o treinamento básico. Voltando para casa em 1941 sob uma isenção como agricultor, ele começou a analisar a moralidade da guerra e discutiu este assunto com seu bispo. Depois de muitos atrasos, Jägerstätter foi finalmente chamado para o serviço ativo em 23 de fevereiro de 1943. Ele manteve sua posição contrária ao Terceiro Reich e declarou sua objeção de consciência. Sua oferta para servir como um paramédico foi ignorada. Um padre de seu vilarejo o visitou na prisão e tentou convencê-lo a servir, mas não teve êxito. Ele foi imediatamente preso e depois de um julgamento militar, condenado à morte em 6 de julho e posteriormente executado na guilhotina em 9 de agosto de 1943, aos 36 anos.

Em suma, Franz se recusou a participar de uma guerra que não tinha sentido na teoria da guerra justa católica e assim entregou sua vida a Deus contra o nazismo.

O site Life Site News fez uma descrição do filme, cliquem aqui para ler.

Para saber mais sobre o meu livro, estou a disposição. O livro está disponível nos diversos sites de livrarias no Brasil, aqui vai o link da Editora.

Tomara que o filme chegue logo ao Brasil.



segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

A Nova Heresia: Bergoglianismo.


Neste Natal, resolvi ler dois livros que há muito desejava ler: Noite Escura da Alma (de São João da Cruz) e História de uma Alma (de Santa Teresinha do Menino Jesus). A conclusão que cheguei do primeiro é que São João da Cruz é o mais exigente santo que li na vida, eu me senti no pré-maternal da alma. O segundo livro, apesar de muita gente pensar que é um livro "bonitinho", "escrito por uma menina", é também muito potente e exigente. Ninguém deve achar que a "Pequena Via" de Santa Teresinha é um atalho para o céu. Nossa Senhora! É difícil demais. Foi imensamente difícil para ela, e ela nasceu em um lar de mãe e pai santos. Imagina para a gente.

Ao baixar os olhos desses livros e olhar o mundo, o desespero é avassalador. O que diriam esses dois santos de um papa que agora dá nome a uma heresia e é aplaudido pelo mundo e por muitos clérigos? 

Santa Teresinha, em seu livro, chega a dizer que não vê sentido em rezar para padres pois eles devem ter a alma pura, deveríamos rezar só para os pecadores!!! O que mostra a exigência dela para quem se posiciona como representante de Jesus Cristo.

No caminho para Roma, ela viu que não é bem assim. E hoje o que ela diria de padres pedófilos e do Papa Francisco atacando praticamente todos os dogmas da Igreja?

Assim como os pecados humanos, dificilmente uma heresia dita nova é realmente nova, muita gente pensou e escreveu muita estupidez sobre o cristianismo na história. Além disso, como a Doutrina da Igreja é "sem costura", uma heresia sobre determinado aspecto faz desmoronar toda a Doutrina por encadeamento lógico.

Mas por vezes, alguém, com certo poder público, consegue estabelecer um pensamento herético que possui um mínimo de coerência, assim recebe uma denominação específica para sua heresia. Até facilita, que essa heresia seja exposta e combatida.

O site The American Catholic diagnosticou o que chamou de heresias bergoglianas, a heresia do Bergoglianismo, fruto de pensamento de Jorge Bergoglio, o Papa Francisco.

Primeiro, eu diria que essa heresia é sustentada na confusão. Bergoglio é claramente um herético para quem acompanha o que ele diz, ler o que ele escreve e conhece minimamente a Doutrina da Igreja.

Algumas vezes não é preciso isso tudo, pois, por vezes, ele diz blasfêmias muito rasteiras, tosca mesmo

Mas muitos católicos não estão preocupados com a Igreja,  e assim podem ser enganados por pedaços de textos de Francisco (escolhidos a dedo nos folhetos das missas) ou pela mídia que esconde suas blasfêmias.

Apesar de que todas as heresias católicas procuram se sustentar em passagens da Bíblia, assim como o demônio se sustentou na Bíblia para tentar Jesus Cristo, a posição de Papa, faz com que muitos clérigos repitam o que fez o demônio e deturpem a Bíblia,  as palavras e os próprios textos de Bergoglio para colocá-lo como um papa verdadeiramente católico, mesmo quando o Papa assina uma heresia, como foi o caso do Documento de Abu Dhabi ou a mudança do Catecismo contra a pena de morte. Assim a confusão é a norma no pontificado de Francisco.

Mas vamos colocar aqui como o The American Catholic definiu a heresia do Bergoglianismo:

Ele diz que como muitas heresias infernais ao longo da história, o Bergolgianismo recebeu o nome de seu autor, Jorge Bergoglio. Um número substancial de heresias incluídas no bergoglianismo se baseia nos princípios fundamentais de sua exortação, Amoris Laetitia. Isso inclui:
1. Não há pecado mortal, isto é, pecado tão grave que, quando o pecador não se arrepende, resulta na eterna perda da graça santificadora;
2. Isso é verdade mesmo para quem está ciente das exigências da lei divina;
3. A graça divina não torna todos os pecados mortais evitáveis;
4. As circunstâncias de uma situação podem dispensar alguém das exigências da lei divina;
5. Dependendo da situação e de suas circunstâncias, Deus às vezes deseja que uma pessoa pecar; e
6. Para aqueles que Deus julga e que são enviados ao inferno, o inferno não é eterno, o fogo não é eterno; e ninguém é condenado para sempre.

O site indica que deve-se ver, além das numerosas citações verbais de declarações públicas de Jorge Bergoglio, as seções de sua exortação Amoris Laetitia - 296, 297, 300-303 e 305. E diz: "Está implícito nas proclamações do bergolgianismo que Deus Pai, Jesus Cristo e o Espírito Santo cometeram erros, erros corrigidos por Jorge Bergoglio."

O site continua dizendo que a Heresia do Homossexualismo  é fruto da Heresia do Bergoglianismo. A heresia do Homossexualismo diz que: em certas situações, homens e mulheres podem se envolver voluntária e intencionalmente em ações homossexuais, e essas ações não são pecaminosas, são atos de virtude amorosa. Nessas situações, essa é a vontade de Deus para eles. Conscientes do que estão fazendo, podem continuar pecando, mesmo publicamente, e ser admitidos em todos os sacramentos da igreja. Deus os criou assim.

Depois de falar da posição do Vaticano de Francisco cada vez mais em favor da Heresia do Homossexualismo, seguindo que o que faz a Igreja na Alemanha, o site mostra o básico.

Mostra as diversas condenações ao ato homossexual na Bíblia e nos teólogos da Igreja.

Vou colocar aqui essa parte do site, no original, em inglês, abaixo:

The Bible

The inspired words of God in both the Old and New Testaments explicitly contradict the homoheresy. Below are several excerpts which make this clear. 
Leviticus 18:22:  “You shall not lie with a male as one lies with a female; it is an abomination.”
Romans 1:26-27:  “For this reason God gave them over to degrading passions; for their women exchanged the natural function for that which is unnatural, and in the same way also the men abandoned the natural function of the woman and burned in their lust toward one another, men with men committing indecent acts and receiving in their own persons the due penalty of their perversity.”
1 Corinthians 6:9-11: “Or do you not know that the unrighteous will not inherit the kingdom of God? Do not be deceived: neither the sexually immoral, nor idolaters, nor adulterers, nor men who practice homosexuality, nor thieves, nor the greedy, nor drunkards, nor revilers, nor swindlers will inherit the kingdom of God.”
1 Timothy 1:9-10:  “ . . . understanding this, that the law is not laid down for the just but for the lawless and disobedient, for the ungodly and sinners, for the unholy and profane, for those who strike their fathers and mothers, for murderers, the sexually immoral, men who practice homosexuality, kidnapers, liars, perjurers . . . ”
Jude 1:7:  “Likewise, Sodom, Gomorrah, and the surrounding towns, which, in the same manner as they, indulged in sexual promiscuity and practiced unnatural vice, serve as an example by undergoing a punishment of eternal fire.”

Catechism of the Catholic Church

The catechism, in a section entitled “Chastity and homosexuality” directly contradicts the homoheresy.
“2357 Homosexuality refers to relations between men or between women who experience an exclusive or predominant sexual attraction toward persons of the same sex. . . . Basing itself on Sacred Scripture, which presents homosexual acts as acts of grave depravity, tradition has always declared that “homosexual acts are intrinsically disordered.”  They are contrary to the natural law . . . Under no circumstances can they be approved.”
“2358  . . .  This inclination, which is objectively disordered, . . . ”
“2396 Among the sins gravely contrary to chastity are masturbation, fornication, pornography, and homosexual practices.”

Church Fathers

In the early church, men known as the Church Fathers wrote about Holy Scripturem church teaching and tradition. Many of their works directly contradict today’s homoheresy. Below are several excerpts of their works.
Athenagoras:   “But though such is our character (Oh! why should I speak of things unfit to be uttered?), the things said of us are an example of the proverb, ‘The harlot reproves the chaste.’ For those who have set up a market for fornication and established infamous resorts for the young for every kind of vile pleasure – who do not abstain even from males, males with males committing shocking abominations, outraging all the noblest and comeliest bodies in all sorts of ways, so dishonoring the fair workmanship of God.”
Eusebius of Caesarea:  “[God in the Law given to Moses] having forbidden all unlawful marriage, and all unseemly practice, and the union of women with women and men with men.”
Saint John Chrysostom:  “But if thou scoffest at hearing of hell and believest not that fire, remember Sodom. . .  For such is the burning of Sodom, and that conflagration! . . Consider how great is that sin, to have forced hell to appear even before its time! . . . For that rain was unwonted, for the intercourse was contrary to nature, and it deluged the land, since lust had done so with their souls.  . . . For such was also the intercourse of the men, making a body of this sort more worthless than the very land of Sodom. And what is there more detestable than a man who hath pandered himself, or what more execrable? “
Saint Augustine:  “Those offences which be contrary to nature are everywhere and at all times to be held in detestation and punished; such were those of the Sodomites, which should all nations commit, they should all be held guilty of the same crime by the divine law, which hath not so made men that they should in that way abuse one another. For even that fellowship which should be between God and us is violated, when that same nature of which He is author is polluted by the perversity of lust.”
Saint Gregory the Great:  “Sacred Scripture itself confirms that sulfur evokes the stench of the flesh, as it speaks of the rain of fire and sulfur poured upon Sodom by the Lord. He had decided to punish Sodom for the crimes of the flesh, and the very type of punishment he chose emphasized the shame of that crime. For sulfur stinks, and fire burns. So it was just that Sodomites, burning with perverse desires arising from the flesh like stench, should perish by fire and sulfur so that through this just punishment they would realize the evil they had committed, led by a perverse desire.”

Saints, Theologians and Scholars

Numerous saints, theologians, philosophers, and scholars over the centuries have explicitly denounced the homoheresy. Quotations from the work of a few of them are below.
Saint Peter Damian:  “Truly, this vice is never to be compared with any other vice because it surpasses the enormity of all vices.… It defiles everything, stains everything, pollutes everything. And as for itself, it permits nothing pure, nothing clean, nothing other than filth . . . The miserable flesh burns with the heat of lust; the cold mind trembles with the rancor of suspicion; and in the heart of the miserable man chaos boils like Tartarus [Hell . . .This plague undermines the foundation of faith, weakens the strength of hope, destroys the bond of charity; it takes away justice, subverts fortitude, banishes temperance, blunts the keenness of prudence.”
Saint Thomas Aquinas:  “If all the sins of the flesh are worthy of condemnation because by them man allows himself to be dominated by that which he has of the animal nature, much more deserving of condemnation are the sins against nature by which man degrades his own animal nature….”
Saint Catherine of Siena:  “But they act in a contrary way, for they come full of impurity to this mystery, and not only of that impurity to which, through the fragility of your weak nature, you are all naturally inclined (although reason, when free will permits, can quiet the rebellion of nature), but these wretches not only do not bridle this fragility, but do worse, committing that accursed sin against nature, and as blind and fools, with the light of their intellect darkened, they do not know the stench and misery in which they are. It is not only that this sin stinks before me, who am the Supreme and Eternal Truth, it does indeed displease me so much and I hold it in such abomination that for it alone I buried five cities by a divine judgment, my divine justice being no longer able to endure it. This sin not only displeases me as I have said, but also the devils whom these wretches have made their masters. Not that the evil displeases them because they like anything good, but because their nature was originally angelic, and their angelic nature causes them to loathe the sight of the actual commission of this enormous sin.”
Saint Bernardine of Siena:  “No sin in the world grips the soul as the accursed sodomy; this sin has always been detested by all those who live according to God.… Deviant passion is close to madness; this vice disturbs the intellect, destroys elevation and generosity of soul, brings the mind down from great thoughts to the lowliest, makes the person slothful, irascible, obstinate and obdurate, servile and soft and incapable of anything; furthermore, agitated by an insatiable craving for pleasure, the person follows not reason but frenzy.… Just as people participate in the glory of God in different degrees, so also in hell some suffer more than others. He who lived with this vice of sodomy suffers more than another, for this is the greatest sin.”
Saint Peter Canisius:  “As the Sacred Scripture says, the Sodomites were wicked and exceedingly sinful. Saint Peter and Saint Paul condemn this nefarious and depraved sin. In fact, the Scripture denounces this enormous indecency thus: ‘The scandal of Sodomites and Gomorrhans has multiplied and their sins have become grave beyond measure.’ So the angels said to just Lot, who totally abhorred the depravity of the Sodomites: ‘Let us leave this city….’ Holy Scripture does not fail to mention the causes that led the Sodomites, and can also lead others, to this most grievous sin. . . . Those unashamed of violating divine and natural law are slaves of this never sufficiently execrated depravity.”

Why ?

Why would anyone, let alone a bishop of the church, proclaim and be an advocate for the homoheresy? Two answers come to mind.

Church Powers and Princes are Homosexualist

Many of those ordained to Holy Orders who now rule in the earthly power structures of Jesus’s church are  thoroughly homosexualized. They are known publicly as the “lavender mafia.” It includes thousands of ordained homocriminals, including sodorapists, pederasts, homopredators, and perverts, who have had tens of thousands of victims worldwide. It also includes those pastors, bishops, archbishops and cardinals who have enabled these ordained homocriminals and who have, for decades, shuttled them from parish to parish, diocese to diocese, and country to country – with the full and certain knowledge that the homocriminals would again commit their crimes.  Some of these same ordained and consecrated men have authorized the payment by the church of billions of dollars to settle claims by their victims – billions of dollars of the money given by  the faithful.
Of course such men would cum laetitia accept and promulgate the homoheresy.

Doctrinal Dominoes Fall – One, Then All

Jesus is the way, the truth, and the life. The Bergoglians reject this. They are pursuing a path that appears to be based on this scheme: If one, only one, of the truths proclaimed by Jesus’s church is shown to be false, then Jesus’s church is destroyed, and the heretical new church will endure.
A fifth century Church Father, Vincent of Lerins, warned about this demonic plan:
For if once this license of impious fraud be admitted, I dread to say in how great danger religion will be of being utterly destroyed and annihilated. For if any one part of Catholic truth be given up, another, and another, and another will thenceforward be given up as a matter of course, and the several individual portions having been rejected, what will follow in the end but the rejection of the whole? On the other hand, if what is new begins to be mingled with what is old, foreign with domestic, profane with sacred, the custom will of necessity creep on universally, till at last the Church will have nothing left untampered with, nothing unadulterated, nothing sound, nothing pure; but where formerly there was a sanctuary of chaste and undefiled truth, thenceforward there will be a brothel of impious and base errors. May God’s mercy avert this wickedness from the minds of his servants; be it rather the frenzy of the ungodly.
The homoheretics have tried to open wide the gates of hell to the unsuspecting faithful, not knowing that they will, if unrepentant, pass through the gates themselves.  No matter what someone wearing papal white may exhort or proclaim, the homoheresy is and will be heresy.


sábado, 28 de dezembro de 2019

2019: Ano do Demônio?



(Vídeo 1) - Proliferação de livros infantis exaltando o demônio!! Proliferação de orações demoníacas contra líderes políticos e jurídicos que defendem o cristianismo.

(Vídeo 2) Pachamama e Maçonaria (uso de símbolo de Osíris, com braços cruzados) celebrados no Vaticano na Celebração do Natal!.





Rezemos por São Miguel Arcanjo e lutemos com ele.


A oração a São Miguel Arcanjo em latim
Sancte Michael Archangele, defende nos in praelio,
contra nequitias et insidias diaboli esto praesidium:
Imperet illi Deus, supplices deprecamur,
tuque, Princeps militiae caelestis,
satanam aliosque spiritus malignos,
qui ad perditionem animarum pervagantur in mundo,
divina virtute in infernum detrude. Amen.

A oração a São Miguel Arcanjo em português
São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate,
sede nosso refúgio contra a maldade e as ciladas do demônio!
Ordene-lhe Deus, instantemente o suplicamos,
e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina,
precipitai ao inferno satanás e todos os espíritos malignos
que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2019

Site de Finanças Mostra o Tamanho da Heresia de Francisco



Realmente, "se os discípulos se calam, até as pedras clamarão" (Lucas 19:40).

Por dever de ofício (eu trabalho com mercado financeiro) acompanho alguns sites de finanças. Um deles é o Zero Hedge, site que é lido no mundo todo e divulgado pelo sistema Bloomberg para o mercado financeiro. O site tem um tom mais pessimista para o mercado (muitas vezes vê sinais de recessão econômica) e ideologicamente, eu diria, que é mais próximo do libertarismo (um liberalismo que abandona questões morais).

Dentro do seu viés, o Zero Hedge traz algumas notícias que originalmente não foram publicadas no site. Uma delas de ontem me chamou à atenção por tratar especificamente do susto que se tem no mundo em que temos um papa menos católico ou cristão até do que cantores de rap como o Kanye West, que só se começou a propagar o cristianismo muito recentemente, e é conhecido por ser casado com uma tal de Kim Kardarshian, símbolo da luxúria.

Mas as heresias ditas pelo Papa Francisco facilitam muito a crítica, porque elas são muitas vezes muito rasteiras, atacam os dogmas mais basilares da fé, no qual uma simples pesquisa na Bíblia, pode colocar luz no terror. As heresias de Francisco fazem até as pedras gritarem.

Eu já mostrei aqui no blog, o jornalista brasileiro, José Nêumanne, xingando Francisco, pelo apoio indiscriminado que Francisco dá aos petistas.

Outro dia, eu usei Kant para detonar o uso político que Francisco faz de imigrantes muçulmanos. Mas usar Kant talvez seja muito elevado, depois de tantas falas bisonhas de Francisco.

No caso de hoje, Zero Hedge mostra que Francisco abandona completamente o cristianismo e a salvação cristã das almas (sem falar no dogma de que só a Igreja Católica é a Igreja de Cristo)  para dizer para crianças que eles não devem tentar converter judeus ou muçulmanos, porque segundo ele, "nós não estamos vivemos nos tempos das Cruzadas".

Francisco também mostra não saber nada sobre Cruzadas, que não foram guerras para conversão, foram guerras de proteção do cristianismo, nos seus diversos aspectos.

Vejamos o texto que o Zero Hedge mostrou, que originalmente é do site End of the American Dream. No início, o autor mostra que conhece algumas afirmações bisonhas de Francisco (não todas, ele ficaria assustado, há muito, muito mais), mas diz que essa de proibir a conversão de judeus e muçulmanos é a pior. Poucas passagens na Bíblia já nos garante o tamanho da heresia de Francisco.

Upside-Down World: Kanye West Preaches The Gospel As Pope Francis Tells People Not To Evangelize


Pope Francis has certainly said a lot of controversial things over the years, but what he just told a group of Christian high school students is the most controversial of all.  I know that may be hard to believe, because some of the statements that Pope Francis has made in recent years have definitely been extremely bizarre.  For example, he has said that “Muslim terrorism does not exist”, he told a gay man that “God made you that way”, and he has referred to Christian fundamentalists as “a scourge”.  But what he has just said tops all of those previous statements. 


According to Breitbart, Pope Francis told a group of high school students that he was visiting with that they should never try to convert others to Christianity…
Pope Francis told Christian high school students this weekend they should respect people of other faiths and not attempt to convert them to Christianity, insisting “we are not living in the times of the crusades.”
Asked by one of the students Friday how a Christian should treat people of other faiths or no faith, the pope said that “we are all the same, all children of God” and that true disciples of Jesus do not proselytize.
In fact, the Pope went on to say that if someone comes to you and is trying to share the gospel, that individual “is not a disciple of Jesus”
“But listen, the gospel is never, ever advanced through proselytism,” he continued. “If someone says he is a disciple of Jesus and comes to you with proselytism, he is not a disciple of Jesus. Proselytism is not the way; the Church does not grow by proselytism.”
Seriously?
And in case there were some students that were confused about what he had just said, Pope Francis made the exact same point one more time
Football teams proselytize, this can be done. Political parties, can be done there. But with faith there is no proselytism.
So there you have it.
According to Pope Francis, Christians are never supposed to try to convert anyone.
But this would seem to directly contradict the words of Jesus.  The following are just a few examples…
Matthew 28:18-20
18 And Jesus came and spake unto them, saying, All power is given unto me in heaven and in earth.
19 Go ye therefore, and teach all nations, baptizing them in the name of the Father, and of the Son, and of the Holy Ghost:
20 Teaching them to observe all things whatsoever I have commanded you: and, lo, I am with you always, even unto the end of the world. Amen.
Mark 16:15-16
15 And he said unto them, Go ye into all the world, and preach the gospel to every creature.
16 He that believeth and is baptized shall be saved; but he that believeth not shall be damned.
Acts 1:8
But ye shall receive power, after that the Holy Ghost is come upon you: and ye shall be witnesses unto me both in Jerusalem, and in all Judaea, and in Samaria, and unto the uttermost part of the earth.
Of all the things that Pope Francis has ever said, this has me more upset than anything else by far.
Does he really want billions of people to have no hope?
Because without Jesus, there is no hope and no future for anyone.
Even if you are able to have all the health, wealth, fame and pleasure in this life that you could ever want, there would still be no future for you without Jesus.  This life is not the end, and thanks to the cross we can have eternal life through Jesus Christ.  This is the greatest news that anyone could possibly ever receive, and we should be trying to share it with everyone that we can.  I share an extended version of the gospel on all of my websites, and the longest chapter in all of my books is an invitation to become a Christian.
But apparently Pope Francis does not think that we should be trying to share this message with anyone.
What in the world is he thinking?
On the other hand, one of the most notorious rappers on the entire globe is now proudly preaching the gospel and trying to reach as many people with the message of the cross as he possibly can.
For most of his career, very few people would have ever imagined that someday Kanye West would be a passionate Christian evangelist.  But of course the truth is that the message of the cross can change anyone, and nobody is out of God’s reach.
When I was encouraged to watch West’s new video entitled “Follow God” last month, I have to admit that I was impressed.  It has already been watched more than 25 million times on YouTube.
But what has impressed me far more is the fact that West has been encouraging people to give their lives to Jesus at his live events.  The following comes from Charisma
According to two people who attended a Kanye West concert on Friday, over 1,000 people gave their lives to Jesus Christ during the famed rapper’s altar call.
West performed underneath the crosses outside Bethany Church in Baton Rouge, Louisiana. The event drew thousands of people who came to lift their hands and worship. Even though the service started an hour late, according to Fox 8, people said they were thrilled to participate.
West and his crew even had the gumption to give an altar call when they performed at Lakewood not too long ago.
It is not how you start in life that matters.
What really matters is how you finish, and I find it quite bizarre that Kanye West and Pope Francis are both running in completely opposite directions.
West is trying to tell everyone that he can about Jesus, but meanwhile the Pope doesn’t want his followers to try to convert anyone.
Of course both West and the Pope could change directions again tomorrow.  Every day is a test, and all of us will face great challenges during the times that are coming.
But at this moment, Kanye West is using every opportunity he has to preach the gospel, and because of that I rejoice.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Integralistas contra os "Burgueses da Porta dos Fundos" com Bandeira da Monarquia?



Surgiu um vídeo de "integralistas" se dizendo os atores do ataque com coquetéis molotov à sede do tal  Porta dos Fundos. Será?

Bom, não sei, pode não ser, como diz um amigo "o Brasil não é para amadores".

Mas vou analisar só o discurso deles.

Em quase tudo é um discurso comunista, com exceção do aspecto da defesa do cristianismo (e neste aspecto também se diferencia do nazismo).

Em todo caso, sim o Porta dos Fundos é um bando de riquinhos esquerdista desprezando a herança cristã brasileira, se pintando de revolucionário. Em geral, no entanto, o comunismo é e sempre foi levado por riquinhos (desde a Alemanha, com seus burgueses Marx e Engels, até Cuba). Comunismo não é coisa de pobre.

Sim, claro, a Netflix é um organização bilionária (acho que mais que isso, é trilionária) e de aspecto mundial.

Sim, claro, esses burgueses do Porta Fundos fizeram uma afronta aos cristãos e ao cristianismo no Brasil e por isso deveriam pagar, se tivéssemos um país com menos domínio da passividade e com uma justiça menos "esquerdista".

Sim, a reação desses autoproclamados "integralistas" mostra que não se pode silenciar.

Mas não creio que seja adequado usar a bandeira da monarquia para sustentar tal ato. A monarquia brasileira não foi "integralista", havia, na verdade, um misto de cristianismo com maçonaria, com certa timidez no combate às ideias republicanas.

Além disso, o método de reação não é o mais adequado. Lá em casa, eu liguei na Netflix e cancelei o canal e, perguntado sobre o motivo, eu disse que era a estupidez do Porta dos Fundos (o cara do outro lado da linha ficou sem reação). Assinei o Amazon Prime, por enquanto, e aguardo o lançamento do Lumine (que terá vários filmes cristãos) para a TV. Além disso, lá em casa não passa a Globo, em nenhum horário. Sei que eu sou diferente por ter acesso a TV a Cabo. Mas quem não tem acesso, pode pelo menos desligar na hora da novela (uma afronta diária ao cristianismo no Brasil) e mesmo durante o Jornal Nacional (um péssimo agente informativo, que só vejo quando sou obrigado por estar em sala dos professores de faculdade). De outra forma, não se deve assistir nenhum programa ou comprar qualquer produto patrocinado por atores e atrizes do Porta dos Fundos.

E, caso seja verdade o que os "integralistas" fizeram ou ocorra muita repercussão, os monarquistas brasileiros deveriam reagir com veemência tanto contra a estupidez "burguesa" do Porta dos Fundos quanto ao método de reação dos "integralistas".



terça-feira, 24 de dezembro de 2019

Para este Natal - "O Menino do Tambor" (magnífica interpretação de Carlos Rivera)



O máximo que podemos desejar ser nesta vida e na vida eterna é sermos o menino do tambor.

Eu já mostrei toda a minha afeição pela música Noite Feliz (Stille Nacht) aqui no blog, no ano passado. Este ano a belíssima "El Nino del Tambor" na voz espetacular de Carlos Rivera.

Eu até que gosto de versões da música com mais tambores ao estilo tocado por bandas militares, mas a voz de Carlos Rivera é realmente fantástica, ficou belíssimo.
FELIZ NATAL EM CRISTO A TODOS OS AMIGOS DO BLOG.

Abaixo, vai a letra da música.

El Nino del Tambor 
Compositores: Harry Simeone / Henry V. Onorati / Katherine K. Davis

El camino que lleva a Belén
Baja hasta el valle que la nieve cubrió
Los pastorcillos quieren ver a su Rey
Le traen regalos en su humilde zurrón
Ropoponpon, ropoponpon
Ha nacido en un portal de Belén
El niño Dios
Yo quisiera poner a tus pies
Algún presente que te agrade, Señor
Mas tú ya sabes que soy pobre también
Y no poseo más que un viejo tambor
Ropoponpon, ropoponponpon
En tu honor frente al portal tocaré
Con mi tambor
El camino que lleva a Belén
Yo voy marcando con mi viejo tambor
Nada mejor hay que te pueda ofrecer
Su ronco acento es canto de amor
Ropoponpon, ropoponpon
Cuando Dios me vio tocando ante Él
Me sonrió

--



sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

Francisco, "Cristo Imigrante Muçulmano com Salva Vida", e Immanuel Kant




Eu detesto o filósofo alemão Immanuel Kant, especialmente sua tentativa de insistir na razão onde a razão não habita. Mas acho que a ideia de "Imperativo Categórico" de Kant é suficiente para chamar essa cruz de blasfema.

Kant teve dificuldade de definir seu "imperativo categórico", se não me engano ele tentou cinco definições. Mas vamos considerar a seguinte definição:

Imperativo categórico é o dever de toda pessoa agir conforme princípios dos quais considera que seriam benéficos caso fossem seguidos por todos os seres humanos. Assim o imperativo categórico exige que a ação deve ser feita se a máxima da ação devesse servir de lei universal para todos os seres racionais.

Em suma, Francisco usou a cruz de Cristo para fins políticos e sociais.

Isso poder ser defendido como uma lei universal? Todos podem usar a cruz de Cristo para fins políticos e sociais?

Que tal uma cruz de Cristo com o símbolo comunista, para lembrar os mortos comunistas de ditaduras militares?

Que tal uma luz de Cristo com símbolo militar para lembrar o combate ao comunismo?

Que tal uma cruz de Cristo com o símbolo do partido democrata para lembrar a defesa das mulheres em favor do aborto?

Que tal uma cruz de Cristo com o simbolo do partido republicano como símbolo da luta pela vida e pela liberdade religiosa?

Há muito não é necessário teologia, dogmas ou lei canônica para chamar Francisco de blasfemo ou herético.


quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Vídeo: Por Que Trump Está Sofrendo Impeachment?



Jornalista Tucker Carlson explica por que Trump está sofrendo impeachment.

Ele primeiro explica que os democratas (opositores de Trump) ficaram dizendo o tempo todo que estão fazendo o impeachment porque "ninguém está acima lei". Mas acontece que o processo aprovado de impeachment é tão débil legalmente, que não há menção de nenhuma lei que Trump teria quebrado.

Depois Carlson explica que enquanto presta atenção a essa bobagem, os congressistas vão aprovando aberrações que deveriam estar nas primeiras páginas dos jornais, como a aprovação de mais dinheiro para a suposta "guerra do Afeganistão" que há uma década sabe-se que o dinheiro vai parar na corrupção do país, liberação da nacionalidade para liberianos sem nenhuma razão de ser e milhões de dólares para pesquisa inócua sobre violência armada.

Carlson mostra também as justificativas mais absurdas para o impeachment, um deputado relacionou o impeachment à escravidão e outro relacionou a imigração de crianças ilegais.

Como Carlson esclarece no final, é tudo uma tentativa dos democratas de ter mais poder e mais dinheiro.

Considero Carlson um dos melhores jornalistas dos Estados Unidos. Faltou apenas dizer que o povo americano já entendeu a estupidez do processo de impeachment, Trump está ganhando mais apoio popular.


quarta-feira, 18 de dezembro de 2019

Victor Davis Hanson - O Que é a Esquerda, O Que é Trump.



Grande historiador militar e político, Victor Davis Hanson. Ele recentemente publicou "The Case for Trump", que já é best seller. Li os livros sobre história das guerras, ainda não tenho esse livro sobre Trump, mas Victor Davis Hanson é brilhante e garantia de qualidade.

No vídeo acima, ele explica o que é a esquerda de ontem e de hoje;  o que é o submundo político (deep state nos Estados Unidos) que age e agiu (sob Obama) contra Trump; e o que é fenômeno Trump, como Trump conseguiu derrotar o domínio esquerdista na política e na cultura.

É um vídeo de mais de uma hora, que exige bastante conhecimento de política norte-americana. Não tenho tempo para traduzir, infelizmente.




terça-feira, 17 de dezembro de 2019

Ex-Capelão da Rainha Elizabeth II Converte ao Catolicismo


Quais motivos levaram ao ilustre bispo da Igreja Anglicana se converter ao catolicismo?

Seria o "efeito Francisco", seria o "hagan lio" (façam bagunça) e a defesa do ecumenismo de Francisco?

Não, os motivos são os mesmos de sempre que levam à verdadeira conversão: Maria, Eucaristia e combate ao marxismo cultural. Além da desgraça politicamente correta herética que se abateu na Igreja Anglicana.

Os motivos que levaram a conversão não são defendidos nem pelo Papa na Igreja Católica de nossos dias.

Bem-vindo ao fronte de batalha, Dr Gavib Ashenden.

Vejam parte do relato da conversão do ex-Capelão da Rainha e bispo da Igreja Anglicana,  Gavin Ashenden, descrito no site Church Militant.

BREAKING: ANGLICAN BISHOP AND QUEEN’S CHAPLAIN CONVERTS TO CATHOLICISM


ISLE OF MAN (ChurchMilitant.com) - An internationally renowned Anglican bishop and former chaplain to Her Majesty Queen Elizabeth II is leaving the Anglican Church to become a Catholic. 

Bishop Gavin Ashenden will be received into full communion by Shrewsbury's Bp. Mark Davies on the fourth Sunday of Advent at Shrewsbury Cathedral, England.
The outspoken prelate became a global media celebrity after he objected to the reading of the Koran at St. Mary's Episcopal Cathedral in Glasgow, Scotland.
The Koranic chapter on Mary, read from the lectern at the service of Holy Communion, on the Feast of the Epiphany 2017, explicitly denied the divinity of Jesus. 
Under pressure from Buckingham Palace, Dr. Ashenden resigned his royal chaplaincy in order to be free to challenge the rising tide of apostasy in the Church of England. 
Later that year, Ashenden was consecrated a missionary bishop to the United Kingdom and Europe by the Christian Episcopal Church to provide episcopal cover to traditionalist Anglicans leaving the Church of England.
...
A commentator for various media outlets, including the BBC, Ashenden revealed three major truths that led him to Catholicism. 



The first was an examination of the encounter between the children and our Lady at Garabandal in 1963.
"Curious and skeptical, I was watching the film with a child psychologist friend who noted that 'whatever was going on with the children it was essentially real, as ecstasy among children could never be faked,'" he said. "From then, I found that Our Lady's apparitions, beginning with Gregory Thaumaturgus in the 3rd century through to Zeitoun in Cairo in 1968 and indeed the present day, deeply compelling."
Ashenden's friendship with Abbé Rene Laurentin, expert on the Marian apparitions, blossomed into a deep dependence on the Rosary.

"Curiously, this was accompanied by an unwanted visitation of metaphysical evil which only the Rosary seemed to overcome," he observed.
The second factor leading to Ashenden's conversion was his discovery of the phenomena of eucharistic miracles.
"The fact that they were unknown amongst those who celebrated the Anglican version of the Eucharist carries obvious implications," he noted. "It is of the greatest relief to belong to the Church where the Mass is truly the Mass."
"Faces with the increasingly lethal assault on the Faith in our day, I found there was no means to draw orthodox Anglicans together in ecclesial unity and so the third reason for my conversion is the Magisterium," Ashenden remarked. 
"You can find a different Anglicanism for each day of the week — almost each hour of the day," he said. "I came to realize that only the Catholic Church, with the weight of the Magisterium, had the ecclesial integrity, theological maturity and spiritual potency to defend the Faith, renew society and save souls in the fullness of faith." 
Ashenden also shared with Church Militant his deep conviction that the Catholic Church is the only alternative to the tyranny of cultural marxism.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Vamos "Worldexit". Devemos Resistir


O Brexit, saída da Reino Unido da União Europeia, venceu ontem. Não foi uma vitória do partido conservador, foi uma vitória popular. O povo britânico, na sua maioria, aprovou Brexit há três anos, para desespero de todos os esquerdistas, globalistas, progressistas do mundo. O partido conservador inglês, que pode ser tudo menos conservador, muitas vezes atrapalhou o Brexit neste período. Boris Johnson não estaria aí se não fosse a imensa incompetência da sua antecessora e colega de partido.

Além do Brexit, nós precisamos é de um Worldexit, precisamos resistir ao mundo terrível em que vivemos,em que se mata crianças nos ventres maternos aos milhões, em que não se sabe nem qual é o sexo do homem e da mulher, em que uma adolescente de 16 anos sem nada oferecer vira símbolo moral do mundo.

Um mundo em que temos um Papa que costuma atacar praticamente todos os dogmas da religião, justamente por idolatrar o mundo, com todas suas instituições anti-religiosas (ONU, União Europeia, China) e inclusive aquela adolescente de 16 anos.  

Worldexit não é abandonar o mundo, mas se sentir estrangeiros no mundo, como cristãos (como Cristo nos alertou), e resistir ao mundo. É levar Cristo ao mundo, sabendo que o mundo vai nos odiar pois "Si de mundo fuissetis, mundus quod suum erat diligeret: quia vero de mundo non estis, sed ego elegi vos de mundo, propterea odit vos mundus." ("Se fôsseis do mundo, o mundo vos amaria como sendo seus. Como, porém, não sois do mundo, mas do mundo vos escolhi, por isso o mundo vos odeia." João 15:19)

Hoje em dia quem ler livros de Chesterton, Dietrich von Hildebrand, Belloc, Brague, Anthony Esolen, Theodore Dalrymple, Jordan Peterson, Dante, Cervantes, Shakespeare, e Peter Kreeft, não deixa de sentir um desespero ao olhar para o mundo em que vivemos.

No último livro que li de Esolen (Manual Politicamente Incorreto da Civilização Ocidental) ele se pergunta se o mundo pode se salvar. Responde que nenhuma civilização em decadência na história jamais teve tanto acesso à sua própria salvação como a de hoje, justamente porque qualquer um com acesso a internet tem acesso grátis a verdades mais básicas da humanidade no seu computador escritas por gigantes da literatura mundial.

Bom, eu olho para os meus alunos e para os professores que convivo não vejo a menor chance deles pesquisarem estes grandes da literatura mundial, em geral propagam bobagens ilógicas e anti-cristãs..

Acho que a maior chance do mundo se salvar está nos erros do próprio mundo. Há tamanha estupidez e os erros são tão nítidos que se torna quase inevitável a salvação. Seria um imenso Ufa!

Assim como Jeremy Corbyn era um erro estúpido demais para os ingleses e eles tiveram que votar em Boris Johnson e no Brexit.

Quando se pesquisa por "resistência" na internet a ideia está impregnada de esquerdismo. Mas isso já mostra o mundo em que vivemos, os verdadeiros cristãos resistem ao mundo desde o início, pois o próprio Cristo alertou: "Si mundus vos odit, scitote quia me priorem vobis odio habuit." (Se o mundo vos odeia, sabeis que ele me odiou primeiro antes de aprender a lhe odiar, João 15:18).

Vamos Worldexit!