quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Integralistas contra os "Burgueses da Porta dos Fundos" com Bandeira da Monarquia?



Surgiu um vídeo de "integralistas" se dizendo os atores do ataque com coquetéis molotov à sede do tal  Porta dos Fundos. Será?

Bom, não sei, pode não ser, como diz um amigo "o Brasil não é para amadores".

Mas vou analisar só o discurso deles.

Em quase tudo é um discurso comunista, com exceção do aspecto da defesa do cristianismo (e neste aspecto também se diferencia do nazismo).

Em todo caso, sim o Porta dos Fundos é um bando de riquinhos esquerdista desprezando a herança cristã brasileira, se pintando de revolucionário. Em geral, no entanto, o comunismo é e sempre foi levado por riquinhos (desde a Alemanha, com seus burgueses Marx e Engels, até Cuba). Comunismo não é coisa de pobre.

Sim, claro, a Netflix é um organização bilionária (acho que mais que isso, é trilionária) e de aspecto mundial.

Sim, claro, esses burgueses do Porta Fundos fizeram uma afronta aos cristãos e ao cristianismo no Brasil e por isso deveriam pagar, se tivéssemos um país com menos domínio da passividade e com uma justiça menos "esquerdista".

Sim, a reação desses autoproclamados "integralistas" mostra que não se pode silenciar.

Mas não creio que seja adequado usar a bandeira da monarquia para sustentar tal ato. A monarquia brasileira não foi "integralista", havia, na verdade, um misto de cristianismo com maçonaria, com certa timidez no combate às ideias republicanas.

Além disso, o método de reação não é o mais adequado. Lá em casa, eu liguei na Netflix e cancelei o canal e, perguntado sobre o motivo, eu disse que era a estupidez do Porta dos Fundos (o cara do outro lado da linha ficou sem reação). Assinei o Amazon Prime, por enquanto, e aguardo o lançamento do Lumine (que terá vários filmes cristãos) para a TV. Além disso, lá em casa não passa a Globo, em nenhum horário. Sei que eu sou diferente por ter acesso a TV a Cabo. Mas quem não tem acesso, pode pelo menos desligar na hora da novela (uma afronta diária ao cristianismo no Brasil) e mesmo durante o Jornal Nacional (um péssimo agente informativo, que só vejo quando sou obrigado por estar em sala dos professores de faculdade). De outra forma, não se deve assistir nenhum programa ou comprar qualquer produto patrocinado por atores e atrizes do Porta dos Fundos.

E, caso seja verdade o que os "integralistas" fizeram ou ocorra muita repercussão, os monarquistas brasileiros deveriam reagir com veemência tanto contra a estupidez "burguesa" do Porta dos Fundos quanto ao método de reação dos "integralistas".



4 comentários:

Kauê disse...

Os verdadeiros integralistas emitiram uma nota sobre o caso onde negam a autoria do atentado e lembram que é proibido o uso de máscaras, conforme se verifica no Manifesto de Outubro de Plínio Salgado. Confira:

"A Frente Integralista Brasileira (FIB) tomou conhecimento, por meio de publicações nas redes sociais, de um vídeo de um suposto grupo integralista que, usando máscaras, emprega indumentária integralista e afirma ter cometido um crime contra uma produtora de vídeos.

O grupo em questão é desconhecido pela FIB e não possuímos com ele qualquer relação. Não temos certeza sobre a autenticidade do vídeo, e por isso não descartamos a possibilidade de ter sido um material forjado com o fim de incriminar os Integralistas.

Entre os Integralistas é proibido o uso de máscaras para fins de militância.

O uso de máscaras para tais fins é, com efeito, uma atitude anti-integralista. Aliás, nosso Manifesto-base, o Manifesto de Outubro, de Plínio Salgado, assim afirma:

“A nossa campanha é cultural, moral, educacional, social, às claras, em campo raso, de peito aberto, de cabeça erguida. Quem se bate por princípios não precisa combinar cousa alguma nas trevas. Quem marcha em nome das ideias nítidas, definidas, não precisa de máscaras”".

Kauê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Kauê disse...

O link que faltou:

https://www.integralismo.org.br/opiniao/nota-sobre-suposto-ataque-de-integralistas-contra-a-sede-da-produtora-do-porta-dos-fundos/

Pedro Erik disse...

Obrigado, meu caro. Abraço.