quinta-feira, 26 de abril de 2018

A Batalha de Alfie Evans


Alfie Evans, a linda criança da foto acima, nasceu em 9 de maio de 2016, e no final deste mesmo ano começou a apresentar problemas e daí foi levado ao hospital Alder Hey em Liverpool , onde está até hoje.

A doença que Alfie tem nunca foi diagnosticada, não se sabe qual é até hoje.

Mas é dito pelo hospital que imagens do cérebro dele mostram  que Alfie teria perdido metade do cérebro e não tem chance de vida.

Alfie tem sido notícia no mundo todo pois o hospital deseja desligar os aparelhos que (supostamente) mantém Alfie vivo. Supostamente, porque o hospital ganhou na justiça o direito de desligar os aparelhos, desligou, mas Alfie continuou respirando e vivo.

Os pais de Alfie, Tom Evans (21 anos) e Kate James (20 anos) lutam desesperadamente pela vida do filho em todas as instâncias possíveis, contra o hospital, contra os juízes ingleses, até contra padres e religiosos.

Tom conseguiu ser recebido pelo Papa Francisco, o Papa mostrou apoio e o governo italiano também. O hospital italiano Bambino Gesú disse que aceita receber Alfie e o governo italiano concedeu cidadania italiana ao garoto e até dedicou um helicóptero hospital para levá-lo à Itália.

Mas a justiça inglesa não quer ouvir os pais, os despreza e não permite que Alfie saia da Inglaterra.

E enquanto o Papa mostra apoio à família de Alfie, os bispos ingleses parecem se posicionar favor do hospital, pois escreveram uma nota dizendo que confiam no hospital.

Dan Hicthens do jornal The Catholic Herald se pergunta por que a justiça inglesa não libera Alfie para a Itália e diz que o posicionamento sobre o assunto se resume a duas questões: 

1) Qual o poder que os pais têm sobre seus filhos; 

2) Quanta confiança você tem nos médicos e na justiça humana.

Bom, eu respondo a essas questões com facilidade. Ao se ver a luta que Tom e Kate lutam pelo filho como se pode negar que eles querem o melhor por Alfie.

Sobre a segunda questão, eu não confio totalmente em médico nem para diagnosticar gripe e muito menos confio na justiça humana.

O site Canon 2012 tem trazido várias reportagens sobre a luta de Alfie Evans, como:

1. Pai de Alfie, que é católico, diz que a sobrevivência do filho não é milagre, mas é mal diagnóstico do hospital e pediu que o Papa visitasse Liverpool.

2. Político inglês, Steven Woolfe, e especialistas em direito internacional tentam levar Alfie para a Itália.

3. Juiz que decidiu contra a família de Alfie é um ativista gay.

4. Há uma petição pedindo que liberem Alfie para a Itália.

E como disse Andrew Klavan, Alfie Evans representa muito mais, infelizmente ele nasceu em um país que perdeu a fé.

Rezemos por Alfie Evans. Que Nossa Senhora, nossa mãe, esteja com ele.





2 comentários:

RICARDO LIMA disse...

E verdade, caro Pedro. A Inglaterra (e não só) é um país que, majoritariamente, já não é cristão.

E eu percebo, no meu círculo de convivência, que o nosso Brasil também vai por este caminho, desgraçadamente.

Nossa Senhora de Fátima, rogai e intercedei por nós.

Pedro Erik disse...

A justiça em países ocidentais está desprezando Cristo. Começaram filosoficamente há muito tempo ao desprezarem o direito natural. Em suma, estão virando adeptos da cultura da morte.
Rezemos, meu caro Ricardo.

Abraço,
Pedro