quinta-feira, 9 de junho de 2022

Uma Charge Que Diz Muito. Mas...

 


Há décadas temos um clero com péssima formação pregando heresias todos os dias nos púlpitos das igrejas e há décadas temos famílias destruídas.

Na minha época de colégio, era incomum temos jovens filhos de pais separados. Ao ponto, que as mães divorciadas pediam redução das mensalidades escolares. Hoje em dia é incomum temos jovens filhos de pais ainda casados. Imagina se todos os pais divorciados pedissem redução das mensalidades, como os colégios iriam sobreviver. Além disso, tem sido cada vez mais comum, crianças de lares de adultos gays ou lésbicas, o que tem feito os colégios eliminarem as comemorações dias de pais e o dia das mães, uma verdadeira desgraça.

Eu acho a charge acima de Pat Cross muito boa, pois mostra que a mídia social é a grande fuga de pessoas (crianças. jovens e adultos) que não encontram firmeza de fé na Igreja, nem encontram firmeza de amor dentro de casa. Nós, católicos, não temos um líder que nos ilumine como pais e filhos, por isso devemos lutar dentro dos nossos lares para ensinar o respeito e temor a Deus e criarmos filhos sadios dentro de um mundo entregue cada vez mais ao diabólico.

Mas, em todo caso, a mídia social só mostra o mundo, e o mundo está pervertido como nunca.  

Outra coisa, além da mídia social só mostrar o mundo, não quer dizer que se você ou seus filhos foram criados em lares de pais divorciados ou mesmo por adultos homossexuais e foram entregues às mídias sociais, serão pessoas diabólicas automaticamente. Deus está sempre presente, pode sempre curar, apesar Dele estar sendo cada vez mais afastado do mundo. 

Evitemos ao máximo os aplicativos, filmes, produtos, políticos, partidos e artistas do mundo. Só se entregue e  entregue a seus filhos aquilo que é de Deus. 

E Lutemos por Deus, inclusive nas mídias sociais.


2 comentários:

Anônimo disse...

Olá professor!
Ótimo post.
Na minha época era assim também: no primário éramos 40 alunos e só tinha um colega que os pais eram separados. E eu não tenho nem 40 anos!
Como se diz na música do terço dos homens: o mundo sem fé na dor se consome...
Infelizmente é isso mesmo: nós cristãos estamos cada vez mais acuados. Mas é aquela máxima: estamos no mundo, mas não somos do mundo.
Que Deus e Nossa Senhora nos dêem a fé necessária para permanecermos fiéis. A propósito, o livro "Filotéia" de S. Francisco de Sales tem sido para mim uma eficiente vacina contra os males do mundo.
Abraço e bom fim de semana.
Gustavo.

Pedro Erik disse...

Ótima dica de livro, Gustavo.

Abraço