sexta-feira, 12 de março de 2021

Sugestão da Feminista: Homens Não Podem Circular Após 18h.

 ]

Pois é, após o desaparecimento de uma mulher de 33 anos em Londres, uma deputada do Partido Verde defendeu que todos os homens só podem circular nas ruas até 18h (no vídeo acima Paul Joseph Watson fala da sugestão da deputada)

Eu argumentei muito no meu livro de Ética Católica para Economia o quanto o ódio ao masculino está disseminado e é destruidor para as famílias e a sociedade, e inclusive para as próprias mulheres. Hoje em dia o homem só tem o direito de ser efeminado. Meninos não podem brincar com armas, nem de luta. Homens não podem combater o mal.  Homens não têm direito a seus próprios filhos. 

Com isso, mesmo a polícia combate crimes efeminados (supostos atos de racismos, supostos ofensas ao meio ambiente, ou não adoção de comportamento social), deixando verdadeiros crimes contra até crianças passarem, por terem sido feitos pelos protegidos (negros, mulheres, gays ou imigrantes) passarem.

No meu livro, eu usei dois livros para mostrar a mudança de mentalidade, um escrito por uma mulher escrito no início do século XX e outro escrito por um homem no final do século.

Quem São José fortaleça tudo que é masculino, inclusive estarem sempre prontos para a guerra.


3 comentários:

Anônimo disse...

Olá, Pedro!


De fato, a proposta da MP britânica é esdrúxula. Se não houve ironia, se foi seriamente defendida, é esdrúxula.

O identitarismo fanático da esquerda é realmente um problema, tanto quanto o nacionalismo exacerbado da direita. Ambos contraditam com um pressuposto cristão muito importante, que é a igualdade da dignidade de todos os homens, irmãos, frutos todos do mesmo casal primordial (Adão e Eva). Um homem não é mau por nascer em tal lugar, ou por ser mulher, ou branco: é mau por querer o mau e agir segundo este querer (de outro modo, por rejeitar livremente Deus e agir conscientemente contra a sua ordem). Todo o homem, não importa a sua origem, sua nacionalidade, sua cor ou sexo, tem o potencial de ser bom ou mau.

Apesar de concordar que o discurso contra o homem é injusto em alguns casos, há problemas sociais com os quais se deve olhar com cuidado. Muitas mulheres são alvos de violência doméstica em nosso País e há uma cultura entre parte dos homens de que o homem tem direito de subjugar violentamente a mulher. Acho que para qualquer cristão é claro que o homem não pode submeter violentamente a mulher ao seu poder, nem forçá-la sexualmente, e acredito que uma maior presença de um discurso católico sobre o real papel do homem na sociedade diminuiria estes casos. No entanto, os dados da violência de homens contra mulheres estão aí. Chega a soar ridículo que, há apenas poucos dias, o STF decidiu que um homem não pode matar uma mulher em defesa de sua honra. Claro que uma coisa é constatar a existência dessa violência, outra é julgar todo homem culpado a priori.

Aliás, falando sobre generalizações indevidas, percebo uma clara contradição no vídeo. Ao mesmo tempo que o autor do vídeo faz uma crítica à generalização dos homens, promove uma generalização dos imigrantes. Ou seja, não são todos os homens que promovem a violência, são indivíduos que são homens, no caso, por acidente. No entanto, ao tratar dos imigrantes ele aplica a "lógica" inversa, isto é, os imigrantes (de modo geral) são culpados, e não o indivíduo que é, nos casos, imigrante por acidente. Como se vê, a falta do ensino de Lógica nos nosso tempos faz prosperar discursos absurdos tanto de um lado quanto do outro.

Sobre a masculinidade, não concordo que o homem, necessariamente, tem de se voltar para a guerra ou para a resolução violenta de conflitos. Se pensarmos assim, concluiremos que os mártires cristãos (como Santo Estevão) foram efeminados, pois sofreram seus suplícios sem levantar a mão a seus algozes, inclusive perdoando-os, seguindo o ensinado pelo seu e nosso Mestre Jesus, o cordeiro que se entregou sem abrir a boca. A Providência, para quem crê, é mais forte que a espada: é Deus quem dá a vitória e não qualquer exército ou arma mundanos. Um bom homem não é aquele que estraçalha seus inimigos, mas aquele que segue até a morte o que Cristo ensinou.



Grande abraço e que Nossa Senhora interceda sempre por tua saúde,

Jonas

Pedro Erik disse...

Amém, caríssimo Jonas, muito obrigado.

Que Nossa Senhora também sempre proteja a sua saúde e de sua família.

Grande abraço,
Pedro Erik

Isac disse...

ESSE GOLPE JÁ TÁ MANJADO!
o tema acima é atualíssimo, um dos múltis fronts do Marxismo Cultural com seu politicamente correto", incidindo também na desagregante anti social Lutas de Classes, pois enquanto armam suas ciladas, distrai o povo em inócuas discussões sociais, cada qual reivindicando seus "direitos" - contudo, ocultando seus mútuos deveres!