terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

Um Instituto Para Combater Erros do Papa Francisco, com Burke, Bannon e Buttiglione?


O Gloria.TV está falando que o instituto Dignitatis Humanae (DHI) tem novo presidente honorário, o cardeal Raymond Burke, e também novos parceiros como o americano Steve Bannon. O DHI foi criado por um inglês conservador chamado Benjamin Harnwell.

O cardeal Brandmuller, que é também um dos cardeais que assinaram o Dubia, também faz parte do Instituto.

Além disso, temos o filósofo italiano Rocco Buttiglione.

Por outro lado, o Gloria.TV também destaca a presença de cardeais que aceitam mais o pontificado do Papa Francisco e lembram que Buttiglione defendeu a exortação apostólica Amoris Laetitia, fonte de questionamentos de Burke e Brandmuller. Eu tive a graça de conhecer pessoalmente Buttiglione, a coisa não é tão simples assim, e ele pode, depois de ter defendido o Amoris Laetitia publicamente, ter mudado de ideia ou ter muitas outras fontes de preocupações.

Em suma, parece um instituto voltado para a defesa do cristianismo tradicional e defesa da fé cristã na Europa e no mundo, mas há um variável grau de conservadorismo, mesmo seu fundador, Harnwell parece próximo do arcebispo argentino Sorondo, que é muito próximo do Papa.

Em todo caso, uma boa resistência católica vai precisar de graus variáveis de tradicionalismo. Tenho dúvidas, no entanto, sobre a presença de Bannon, não me parece ser alguém capaz de unir.

Vejam o texto do Gloria.TV.

Has Cardinal Burke’s Counter-Revolution Started in January?

Pope Francis followers and Italian anti-Church activists are up in arms. The reason: The State-owned Trisulti Charterhouse, 100 km south-west of Rome, was taken over by the Christian Dignitatis Humanae Institute on January 26. The Institute will pay a yearly rent of 100’000 euro. The Bergoglio-outlet FaroDiRoma.it has claimed that the project is – quote – “opposed to Pope Francis’ reform.”

Cardinal Burke New Honorary President

A second news is that Cardinal Raymond Burke took over as the Institute’s new honorary president. His predecessor was 86-year-old Cardinal Renato Martino. The Dignitatis Humanae Institute is a think-tank founded in 2008. It aims at supporting Christians in public life in the face of growing secularist intolerance. In order to achieve this, the Institute coordinates affiliated parliamentary working groups throughout the world. There are plans to start in Trisulti a formation program for young leaders.

Stephen Bannon Member of Board of Trustees

A third news is that Stephen Bannon who was already a patron of the Institute, has now become a member of the Board of Trustees. Bannon served for seven months as Donald Trump’s Chief Strategist. He is a nominal Catholic who describes himself as a “proud Christian Zionist.” Bannon was married and divorced three times which sounds more like Amoris Laetitia than like counter-revolution.

Strange Allies

The Institute’s founder and president of the Board of Trustees is Benjamin Harnwell. He became a Catholic in 2004. Harnwell was a member of the British Conservative Party and is now based in Rome. In 2016 he was appointed as an external counsellor by Bishop Marcello Sánchez Sorondo, the Chancellor of the Pontifical Academies of Science and Social Sciences. Sánchez, an ally of Pope Francis, is not known for holding Catholic convictions. In 2014 he gave a talk at the Institute’s Annual Conference.

A Heterogenous Group of People

The Dignitatis Humanae Institute involves a heterogenous group of people. Among them are Catholics like the Cardinals Burke, Sarah, Ranjith, Zen, Brandmüller, Arinze, or the ousted former Grand Master of the Order of Malta Fra Matthew Festing. On the other side one finds the Cardinals Mamberti, Scola and Turkson who are not known for strong Catholic beliefs. The Italian philosopher Rocco Buttiglione is even listed as a patron. Buttiglione, a close friend of John Paul II and former politician, is a defender of Amoris Laetita.


4 comentários:

ADILSON J Silvius disse...

O que, em geral, se quer dizer com 'tradicionalismo' no texto acima? Uma defesa do rigor litúrgico latino, uma formação moral rigorosa católica tanto para as famílias quanto os padres, ou simplesmente uma defesa do catolicismo como cultura, ainda que anti herético? Pergunto isso porque, sinceramente falando, vejo mais Catolicismo e apego rigoroso à Tradição entre os tradicionalistas do que nos movimentos liberais católicos que deram vida e fortaleceram o tal rito novo, que, por experiência própria, tá mais pra culto protestante.

Kauê disse...

Combater o papa Francisco? Contra-Revolução?
O fundamento de tais questionamentos é a mera presença do cardeal Burke? Pois é essa impressão ao ler o título e ver o conteúdo, sabendo que isso é o suficiente para irritar os bergoglianos mais fanáticos que vêem esse como “inimigo do papa”. Bannon citado aí no texto, também me parece algo que só serve mais como um alarme a esses progressistas que temem o suposto “avanço dos conservadores” nesta “Primavera da Igreja” liderada pelo papa Francisco do que fundamentar tal tese.
Concordo que “Harnwell parece próximo do arcebispo argentino Sorondo, que é muito próximo do Papa” .Me questiono que conservadorismo é esse, recordando que Sorondo já declarou que “os que melhor aplicam a doutrina social da Igreja são os [comunistas] chineses”. Para um instituto que, se apresenta no site deles[1],busca apoiar os cristãos na vida pública contra o crescente e intolerante secularismo soa algo estranho aos seus objetivos tal ligação.
O próprio encerramento do texto do “Gloria.tv” me parece confirmar a negativa lembrando a heterogeneidade do grupo contando com cardeais que “não são conhecidos por fortes crenças católicas”.

[1]Li rapidamente o:
http://www.dignitatishumanae.com/index.php/about-us/about-the-institute/

Pedro Erik disse...

Tem mais gente conhecida como conservadora, meu caro, como Festing, cardeal Sarah e cardeal Zen.

Abraço,
Pedro Erik

Pedro Erik disse...

Acho que a presença de Burke, Sarah, Brandmuller, Zen e outros formam um grupo bem sólido conservador.

Abraço, meu amigo.