terça-feira, 26 de abril de 2022

Padre Gayzista Desespera com Elon Lusk


Os gigantes tecnológicos, Facebook, Twitter e Google, são os grandes promotores do anticristianismo no mundo, estão na linha de frente da defesa do gayzismo e do aborto no mundo. Eles são os maiores inimigos do conservadorismo. Qualquer conservador sabe o quanto é difícil debater suas ideias nessas mídias sociais. Eu mesmo já sofri censura várias vezes na divulgação dos meus livros. O Facebook foi um dos grandes responsáveis pela eleição de Biden, gastou milhões e milhões promovendo Biden e  até de forma ilegal. Já falei disso aqui no blog. O Twitter chegou ao cúmulo de censurar definitivamente o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Ontem, eu li que Facebbok e Twitter censuraram e tiraram das mídias sociais mais de 600 críticas e acusações de corrupção contra Biden e sua família.  

Todo esquerdista sabe que essas empresas tecnológicas protege suas ideias. 

Assim, quando Elon Musk anunciou a compra do Twitter prometendo que irá promover a liberdade de pensamento no Twitter, os esquerdistas entraram em desespero e os conservadores disseram que iriam voltar ao Twitter.

O padre James Martin, maior promotor do gayzismo na Igreja, acusou o golpe contra o pensamento dele, dizendo que Musk deveria gastar o dinheiro dele ajudando os pobres. Falou a mesma coisa que os esquerdistas dizem quando veem uma Igreja Católica belíssima: dizem que a Igreja deveria vender tudo e dar aos pobres. Aliás, isso é coisa que o próprio Judas Iscariotes falou a Cristo (João 12), quando Maria lavou os pés de Cristo com perfume caro. O diabo é mesmo sem criatividade.

Claro que Martin nunca disse que os antigos donos do Twitter deveriam vender tudo e dá aos pobres. Ele sabe muito bem do que se trata. Trata-se de que suas opiniões heréticas poderão não ser mais mais protegidas no Twitter. 

Eu nunca usei Twitter, não sei como será o Twitter com Elon Musk, espero que cumpra o que prometeu, mas ele já nos prestou um serviço, ficou ainda mais claro para que as gigantes tecnológicas trabalham contra a verdade de Cristo. 


4 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia.

Sugiro que crie sua conta e informe aqui no blog assim que o fizer.

A parte boa dessa rede é que podemos se afastar dos guetos esquerdistas.

A parte ruim é a intolerância dos bolsonaristas de curral: não podem escutar uma brisa contrária, que acusam de "traidor" ou de "petista" disfarçado. Terrível!

Pedro Erik disse...

Boa, meu caro Anonimo. Ainda vou pensar se vou entrar em mais uma rede social. Isso acaba me dando muito trabalho. Tira muito meu tempo, ainda mais se tiver bolsonaristas aloprados e esquerdistas. Abraço,

Adilson disse...

Estou concluindo a leitura de um livrinho publicado no ano de 1942. Seu autor é o padre Antonio d'Almeida Moraes Junior e o título do opúsculo chama-se "Sobre a Doutrina de Freud".

Qual a relação do livro com a postagem de hoje? Explico.

O padre D'Almeida faz boas exposições sobre as contradições das teorias freudianas. Por exemplo, usando outros críticos, ele derruba a crítica freudiana a moral católica, a generalização da felicidade humana fundamentada apenas sexualidade. Inclusive, até informa que o conceito de inconsciente já tinha sido abordado por Santo Agostinho.

Todavia, parece-me o referido padre não tinha conhecimento um bom conhecimento da história das ciências, nem dos grandes embates ideológicos que na época já aconteciam no mundo. Sua crítica da teoria de Freud limitada apenas no campo teórico próprio é prova disso. Ele sequer desconfia das relações entre o movimento marxista e a psicanálise no campo revolucionário. Ele sequer imagina que, por exemplo, ja durante a 2a Guerra Mundial o conservadorismo americano estava pra enfrentar seu maior pesadelo contra a psique análise tanto na educação quanto na sociedade: a sexualidade tal como Freud a compreendia seria tanto usada por revolucionários culturais quanto pela própria sociedade do livre mercado: milhares de "especialistas", movimentos feministas, pervertidos sexuais, pedófilos, e produtores de pornografia, etc.

Um trechinho do livro do padre D'Almeida

"Mas o fato é que, como afirma o dr Charles Bruel, a psicanálise se torou uma moda, mas passou como passam as modas. Não se contesta o merecimento científico de Freud em muitos pontos. O destino de sua doutrina seria mesmo surpreendente se ele tivesse ficado no terreno cientifico das verdades que foi o primeiro a afirma ou, pelo menos, destacar."

Esclarecendo:
O que pretendo dizer é: o padre D'Almeida não a menor ideia do poder daquilo que tava criticando. Não fazia ideia de que a "ciência" de Freud iria criar um exército de inimigos moralmente perversos dentro do próprio seio da Igreja, os quais gozariam da própria bênção de um papa, como esse padre James Martin.

Pedro Erik disse...

Muito bom, meu caro Adilson. A sexualidade demoníaca de nossos dias avança sobre as crianças com apoio do Estado.

Terríveis tempos.

Abraço,