terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Conferência em Roma: Como Responder à Mudança de Paradigma do Papa Francisco


Em uma conferência realizada no último dia 29 em Roma, organizada pela Tradição, Família e Propriedade dos Estados Unido e pela Lepanto Foundation, foi dicutido a mudança de paradigma que o Papa Francisco está tentando implementar na Igreja Católica, com base no livro de José Antonio Ureta (imagem abaixo), que avalia os cinco anos de pontificado de Bergoglio.


Um dos palestrantes foi o monsenhor Nicola Bux, que alertou para as características marxistas da mudança de paradigma do Papa Francisco, que tenta tornar a práxis política em verdade, e assim Cristo se torna uma mera opinião e a liturgia se reduz a danças e palmas. Além de eliminar a capacidade de Cristo em julgar o mundo, o mundo é que silencia a Verdade de Cristo.

Para combater essa mudança de paradigma os palestrantes ressaltaram que não se deve ficar calado em defesa de Cristo e da Doutrina milenar da Igreja. Os católicos devem se levantar e defender sua fé, respondendo ao próprio Papa.


Pope Francis’ ‘Paradigm Shift’: What it Means and How to Respond to It
“The evolution in the Church's understanding of the Gospel over the centuries is not a question of a paradigm shift, but of the development of doctrine, organic and in continuity with the faith.”





3 comentários:

Unknown disse...

Excelente iniciativa!
É preciso urgentemente organizar evento similar no Brasil!
O momento é propício, tendo em vista o "renouveau" que sopra sobre a opinião pública brasileira

Αθανασίου disse...

Para organizar evento similar no Brasil é preciso uma Organização de Católicos em rede mais ampla com objetivos claros! Até agora só vemos Institutos e Centros de Estudo sem uma ligação mais profunda!
Os defensores da TL são bem articulados e estão na alta cúpula das Dioceses e Arquidioceses desse País! Além da CNBB que é esse organismo da Igreja que defende tudo menos a Fé!

Isac disse...

Responder a ele com respeito pelo cargo, esclarecendo que tolerancia tem limites, a saber, como disse D Athanasius Schneider: DESSA FORMA NÃO DARÁ PARA PROSSEGUIR; NÃO SE PODE TOLERAR UM PAPA QUE ATENTA CONTRA A DOUTRINA DA IGREJA, ADOTA SEUS ADVERSARIOS E ESPALHA HERESIAS!