quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Trump Assina Lei de Proteção aos Cristãos da Síria e do Iraque.


Presidente Trump assinou essa semana ato de proteção dos cristãos na Síria e no Iraque, uma força inestimável pára manter a presença dos cristãos na região do Oriente Médio. Muitos líderes religiosos e comunidades nativas do Iraque se reuniram na Casa Branca para a cerimônia da assinatiura da lei que se chama Iraq and Syria Genocide Relief and Accountability.

O arcebispo Bashar Warda da Igreja Católica Caldeia (participante da Igreja Católica) disse que a lei é um grande acontecimento e uma vitória para as vítimas, em reconhecimento ao sofrimento delas. Ao final da cerimônia o arcbispo abençoou Trump em aramaico  e recitou o Pai Nosso.

O texto do jornal National Catholic Register lembra que no dia 10 de dezembro o Iraque celebrou uma ano de vitória total contra o Estado Islâmico (um feito também que deve muito ao próprio Trump), e que a lei assinada por Trump irá proteger os cristãos e os yazidis contra ameaças do tipo do Estado Islâmico.

A lei foi feita com apoio dos maiores partidos políticos dos Estados Unidos e autoriza financiamento direto para organizações que protejam os grupos religiosos do Iraque e da Síria, sem passar por intermediários internacionais.

Sensacional.

Vejam parte do texto do National Catholic Register:

NATION |  DEC. 13, 2018
‘Victory for Victims’: Trump Signs Genocide Relief Act for Iraqi and Syrian Christians
The Iraq and Syria Genocide Relief and Accountability Act is hailed as a vital piece in keeping the Christian presence alive in ancestral homelands.
Liberation From ISIS
In 2014, ISIS had marched into Iraq from Syria, conquering a vast swath of land for its self-declared “caliphate.” The army inflicted vicious atrocities on non-Sunni peoples under its control, devastating the numerically small Christian and Yazidi communities. ISIS finally turned its reign of terror on the remaining 
Sunni Muslims.

Iraqi forces eventually liberated the Nineveh Plain and Mosul from ISIS, declaring victory over the so-called caliphate Dec. 10, 2017, and allowing Christians for the first time in four years to celebrate Christmas in the shattered city.

The population of Christians in Iraq is down significantly: Fewer than 200,000 Christians remain of the 500,000 estimated in Iraq before ISIS.


Um comentário:

ADILSON J Silvius disse...

Maravilha! Deus é o Senhor da História. Ele aplaina os caminhos para Sua Igreja. Espero que o Vaticano noticie isso em sua página oficial e que o papa Francisco emita uma nota comentando o ato presidencial do Presidente Trump.