segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Papa Francisco Mostra Apoio a James Martin (o Padre dos LGBT)


O Papa Francisco recebeu o padre jesuíta James Martin, conhecido mundialmente por apoiar a causa LGBT, especialmente o que ele chama de "católicos LGBT".

O encontro foi visto como apoio explícito ao padre dos gays, depois que o arcebispo Charles Chaput advertiu os católicos contra James Martin nos Estados Unidos. Chaput alertou que a mensagem de Martin confundia os católicos e não representava a Doutrina da Igreja.

O encontro entre Martin e Francisco ocorreu na sala onde Francisco recebe representantes internacionais, o que dá mais força ao encontro.

James Martin, depois da reunião, declarou que foi um encontro fantástico com o Papa, que "eles tiveram várias risadas", que dividiu com o Papa a "experiência e a alegria dos católicos LGBT"  e que viu a audiência "como um sinal de que o Papa se preocupa com os católicos LGBT".

Bom, acho que Chaput entendeu o recado, viu de que lado o Papas está.

Se você está aí lembrando que sodomia (ato homossexual gay) é um dos quatro pecados que "clamam aos céus por vingança", o Papa Francisco deseja que você esqueça isso.

Ele deseja também que você esqueça, as seguintes passagens na Bíblia:

Gênesis 18:20: É imenso o clamor que se eleva de Sodoma e Gomorra,e o seu pecado é muito grande.

Levítico 18:22: "Não te deites com um homem, como se fosse com uma mulher: é uma abominação."

No Novo Testamento:

1 Coríntios 6:9-10: "Não sabeis que os injustos não herdarão o Reino de Deus? Não vos iludais! Nem os imorais, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os depravados, em os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os caluniadores irão herdar o Reino de Deus."

1 Timóteo 1:8-10: "Sabemos que a Lei é boa, contanto que a tomemos como uma lei. Ela não é destinada ao justo, mas aos iníquos e rebeldes, ímpios e pecadores, sacrílegos e profanadores, parricidas e matricidas, homicidas, impudicos, pederastas, mercadores de escravos, mentirosos, para os que juram falso, e para tudo o que se oponha à sã doutrina,"

Romanos 1:25-27: "Trocaram a verdade de Deus pela mentira e adoraram e serviram a criatura em lugar do Criador, que é bendito para sempre. Amén. Por isso, Deus entregou os homens a paixões vergonhosas: suas mulheres mudaram a relação natural em relação contra a natureza. Os homens fizeram o mesmo: deixaram a relação natural com a mulher e arderam de paixão uns com os outros, cometendo atos torpes entre si, recebendo dessa maneira em si próprios a paga pela sua aberração."

Aqui vai uma foto famosa de James Martin:


4 comentários:

Isac disse...

O PADRE DOS DEDOS CHIFRADOS, DE IGUAL FORMA COMO APARECEM NAS TURBAS DOS SATANISTAS COMPONENTES E DAS TURBAS DOS ROCK'N RIO DA VIDA!
Refundindo um apenas de seu trechinho de seu comentario:
"O encontro foi visto como apoio explícito ao padre dos gays E DAS CATÓLICAS COM DIREITO AO ABORTO, depois que o arcebispo Charles Chaput advertiu os católicos contra James Martin nos Estados Unidos. Chaput alertou que a mensagem de Martin confundia os católicos DESINFORMADOS E TALVEZ POUCO INTERESSADOS NA SERIEDADE DA DOUTRINA CATÓLICA ANTI MISERICORDIOSISTA e não representava a Doutrina da Igreja, À EXCEÇÃO DOS DA NEO IGREJA CRISTIISLÃ!
Gostou, Dr Pedro?

Pedro Erik disse...

Boa, Isac. Bem mais completo.

Abraço,
Pedro

Adilson disse...

Acho que esse padre jesuíta, James Martin, já passou pro lado de lá e nem percebeu; e se já sabe, só quer mesmo é destruir a Igreja. Como o Vaticano, e o atual magistério dessa Igreja tolera ele, então o único esforço que esse padre faz para continuar na Igreja é o esforço que um ator faz para interpretar um papel.

Vendo o pe Paulo Ricardo citando Lutero em suas homilias e dos males que ele fez, fico me perguntando: pe Paulo Ricardo não deveria esquecer um pouco os inimigos da Igreja que já morreram, num tempo agora remoto, e começar a apontar os inimigos MAIS TERRÍVEIS e que realmente estão ATIVOS e OPERANDO dentro da Igreja? A essa altura ver um padre se incomodando com Lutero, é como ficar jogando pedra na lápide de um defunto do outro lado do muro da Igreja, enquanto dentro da própria casa há centenas de bandidos destruindo o que ainda pode ser protegido e preservado de danos tenebrosos.

Pedro Erik disse...

Acho que você tem toda razão, Adilson. Ótimo comentário sobre o pe. Paulo Ricardo.