terça-feira, 3 de agosto de 2021

O Aplicativo de Gays que Pegou Monsenhor Americano


O vídeo acima descreve a homossexualidade de clérigos em Roma, com destaque para o monsenhor gay norte-americano Jeffrey Burril, que foi rastreado por um aplicativo que faz encontros entre gays.

O assunto foi notícia no mundo todo, pois envolveu o uso do aplicativo chamado Grindr que facilita encontros homossexuais. Um celular ligado a Burrill emitiu sinais de dados do Grindr desde 2018. Os atos gays dele começaram em 2018? Claro que a resposta deve ser não.

O tal Burril fazia seleção de seminaristas!!! Além de ter elevada posição na USCCB. Caminho  limpo para se tornar bispo.

Foi demitido do cargo, mas ainda é permitido que continue sendo padre!

Nenhum clérigo quer se levantar contra isso, como fizeram inúmeros santos, desde São Paulo Apóstolo. Aqueles que não aprovam diretamente ou indiretamente o gayzismo, devem ter medo de serem atacados pelo mídia e pelos ativistas. Com esses fatores, adesão e cumplicidade silenciosa, o gayzismo avança e avança.

Oh Deus. Salve-nos São Pedro Damião.


2 comentários:

Adilson disse...

Vamos lá.

Dr. Pedro, não entendi esse trecho: "Nenhum clérigo quer se levantar contra isso, como fizeram inúmeros santos, desde São Paulo Apóstolo."

Poucos sabem, mas o mal do homossexualismo e da pedofilia tem causado grandes problemas até mesmo nas sociedades religiosas tradicionalistas. O Churchil Militant tem várias reportagens investigativas sobre esse mal na FSSPX.

Creio que a coisa mais IMPORTANTE para os padres é a vivência nas comunidades e os anos de trabalho. Sem isso, não creio que os padres são capazes de dar orientações em questões familiares aos fiéis.

Na celebração das missas, oferta dos sacramentos, catecismo, ensino sobre as devoções e sacramentais os padres jovens são importantes e devemos consultá-los.

A maturidade, como bem ensinou são Paulo e outros apóstolos e sábios, se consegue com durante a labuta da vida.

Por isso, é evidente que os padres que mais experimentaram as privações da vida sua e dos outros, e mais dependeram da Providência no dia-a-dia são os padres mais preparados para o enfrentamento contra esses males dos sentidos e sensualidades, nele e também nos outros.

Rezemos para que Deus preserve os padres novos até eles adquirirem experiência de vida e, assim, no futuro se tornarem padres de maturidade forte e espiritualmente preparados. Dessa forma, vão: 1) fugir das bajulações, mal que gera vínculos íntimos e enfraquece a firmeza de caráter para repreender. e (2) aptos a perceber os problemas comportamentais e familiares dos fiéis sem pecar na orientação, tornando-se sabiamente capaz de cuidar das comunidades.

Pedro Erik disse...

Caro Adilson,

Além do Velho Testamento, São Paulo apóstolo condenou vivamente a sodomia.

Abraço,
Pedro Erik